The Blood Moon - Capitulo 1


Você está totalmente descontrolada. E isso vai ser o melhor para você
— Ela tem que ir pra o colégio. É a única maneira dela controlar seus poderes. — disse uma mulher loira, dos olhos azuis.
— Não. A Bella nunca irá para esse lugar, ela não é assim.  dizia minha mãe. — Ela não é como Ben, ela é diferente, é normal!  ela dizia gritando, seu olhos estavam cheios de lágrimas e dava para sentir a tenção em seu olhar.



Estava suando, suando muito. Não entendia o por quê, não estava calor, não a ponto de começar a suar ao meio da noite. Enfim abri meu olhos mais rápido que pude, não estava entendendo aquele sonho, por quê minha mãe estava nele? E que colégio é esse que tanto falavam?
Olhei para o lado me deparando com o despertador que mostrava 03:24 A.M, ainda estava de madeugada, como tinha perdido totalmente o sono, me levantei e fui para a cozinha, abri a geladeira procurando qualquer coisa para comer, me deparei com uma Torta de limão, peguei a mesmo fechando a porta da geladeira. Tomei um susto ao ver Ben lá me olhando, ele sorriu de canto.
— Peguei no flagra, assaltando a geladeira Bellinha. — disse sapeca se sentando na bancada. Me sentei ao seu lado pegando um colher e ele fez o mesmo. Peguei o primeiro pedaço da torta sendo, logo, seguida por ele.
— E você está me assaltando sabia? — rimos juntos.
— Talvez. — disse. Ben era meu irmão mais novo, ele não vive tanto comigo, estuda em um colégio interno no Texas, por isso só o vejo no verão, quando ele não fica para o acampamento da escola. — E aí, o que vai fazer de bom amanhã? — perguntou. Amanhã era o último dia dele aqui em Miami, logo ele voltará para aquele colégio, cujo qual mal sei o nome.
— Você quer dizer hoje. — ri apontando para o relógio do microondas. - ele riu e assentiu. — Bom, hoje tem a festa do último final de semana do verão, da Chloe. — falei, como todo ano Chloe fazia uma festa na última sexta feira de verão e eu como umas das melhores amigas dela, sempre era a primeira a ser convidada, porém esse ano não seria lá essas coisas, além dos pais dela não darem permissão, ele convidou Christopher, e eu o odeio. Desde pequena, quando ele sumiu com meu cachorro. Ele estuda no mesmo colégio que Ben, e esse foi o motivo para não ir estudar lá, na verdade foi um dos motivos, eu não poderia deixar minha vida aqui.
Quando completei 13 anos, finalmente fiquei popular no colégio e eu era reconhecida, eu e Chloe, também viramos líderes de torcida e namorávamos os meninos mais bonitos de todo o colégio. Namorei Ethan, porém a dois anos ele se mudou para o Texas. E Chloe namorava William. E fiquei feliz assim, sedo reconhecida, líder de torcida e popular. Adorava isso, essa sensação de poder, essa sensação de que sempre vou ser a melhor de todas. 
Ben me tirou dos devaneios, apenas dizendo "boa noite" e logo o vi desaparecer pelos corredores. A torta já havia acabado então me levantei deixando o prato em cima da pia. Voltei ao meu quarto me jogando na cama. Depois de longos minutos o sono finalmente havia chegado e eu me deixei levar por ele e enfim dormir.

(...)

O som estava alto, havia mais de 300 pessoas ali. Estava na festa de Chloe e eu não acreditava no que estava vendo, ela nunca fez uma festa assim, tinham pessoas jogando jogos que se perdessem tirariam as roupas, outras enfiadas nos quartos fazendo "outras coisas" e eu estava sentada em um sofá observando tudo isso, mal podia acreditar que essa era a festa de Chloe, como ela pode fazer isso? 
E o pior, ela sumiu assim que cheguei. Ainda não tinha visto ninguém conhecido, apenas Adam, mas ele estaria com Christopher, então era melhor me afastar. Assim me levantei e fui para o jardim dos fundos, na esperança de encontrar Chloe agarrada com William, tentativa falha, ela não estava lá. Havia bastante gente lá e resolvi.voltar para dentro. 
Quando entrei esbarrei em um garoto, ele derramou toda sua bebida em mim e sem ao menos pedir desculpas foi para o lado de fora, sentia o cheiro de álcool em minha blusa e por toda a festa, as luzes estamos apagadas e as pessoas coladas nas outras. Passei por elas sentindo o cheiro de cerveja misturado com suor, assim que cheguei a porta, antes de abri-lá alguém me puxou, quando me virei tive um surpresa era Christopher, quem menos queria ver. Ele me puxou para um canto mais sossegado. Ele estava bêbado, pelo menos é o que eu acho. Ele tornou a dizer: — Saia daqui, por favor! — ele disse. — Seu irmão me ligou e disse para voltar.
— Não, primeiro ele não manda em mim e nem você. — disse estressada, voltei em direção a porta mais antes de abri-la. 
Polícias entraram esbarrando em mim, um deles segurou minhas mãos as algemando. Gritei falando que não tinha nada haver com isso e ele me parou na metade do quintal, vasculhava em meus bolsos, logo achando minha carteira, ele pegou minha identidade e logo começou a falar.
— Você sabia que com 16 anos não se pode beber! — disse gritando, a música lá dentro já havia parado.
— E eu não bebi. - me defendi.
— Ah, não é o que seu cheiro diz. — ele disse grosso apertando meu braço.
— Você viu aonde eu estava!? Então eu acho que eu estaria sim com cheiro de álcool, mas isso não significa que eu bebi. — disse grossa do mesmo jeito que ele. Ele se estressou um pouco e me puxou até uma viatura, assim ele abriu o porta malas e me jogou lá dentro. 
Ele apareceu antes de fechar e disse. — Bom eu não ia fazer isso, mas foi você quem pediu.

(...)

O corredor estava vazio, todos já haviam ido embora com seus pais e alguns presos. E nenhum sinal de Chloe e ela era a dona da festa. Fiquei em um cantinho, deitada sobre a parede branca e coberta com minha jaqueta jeans. Observara cada canto daquele lugar. Vi algumas baratas, bem pequenas, passando pelo outro lado do corredor. Nem pensava em imaginar o que passava pelo meu lado, e o pior que não podia me levantar, estava algemada a cadeira. Passou começaram a ecoar pelo corredor cinzento, olhei para o lado, torcendo que não seja minha mãe, e não tive muita sorte, ele veio correndo em minha direção, estava com com cara totalmente decepcionada, mas eu não havia feito nada. Assim que chegou se agachou ficando próxima a mim. Minha mãe era seca, totalmente, nunca foi uma mãe presente ou que me dava muito amor. Ele me encarou profundamente, seus olhos estavam com um brilho forte, ela havia chorado. Como eu fiz isso? eu estava decepcionada comigo mesma. 
Não querendo me gabar, ou só porque sou filha dela, mas ela é LINDA. Seus olhos escuros e seus cabelos do mesmo tom, cabelos que chegavam ao começo da bunda, eles eram meios encaracolados oque a davam um ar de mais nova, não que não seja. As maças do rosto dela eram perfeitas e o sorriso dela era lindo, com dentes completamente alinhados, sorriso qual não estou vendo agora. Agora ela estava um pouco tensa, tanto que suas mãos estavam suando, e eu pude notar.Ela aprofundou mais e antes que meu pai chegasse perto, ela me deu um tapa. Um tapa que ardeu, um tapa que com certeza a marca ficaria por dias. Doeu, doeu muito. Doeu porque eu não fiz nada, doeu porque eu não tive culpa. Ela se levantou com pressa e foi a bancada do local.
Meu pai se sentou ao meu lado. Ele era lindo, tão lindo quão minha mãe, ele tinha olhos extremamente azuis e um cabelo meio grisalho, e não por velhice, ele apenas sorria de canto, sorriso que também não estava lá. Ele estava decepcionado, mas diferente da minha mãe ele trocou algumas palavras comigo.
— Você sabe que ela nunca irá te perdoar, não é? — ele disse calmo e sereno. Assenti com a cabeça. — Você fez um coisa terrível. — assim que ele disse o olhei indignada. 
— Esse é o problema, eu não fiz nada. — ele me olhou e abaixou um pouco a cabeça. Ele acreditava, mas não podia dizer nada, não podia dizer nada por causa da minha mãe.
— Eu sei querida. Mas eu e sua mãe já tomamos as devidas providencias. — arqueei uma sobrancelha.
— Quanto tempo de castigo? Um ano? — perguntei. Ele balançou a cabeça em tom de desaprovação. 
— Não, sem castigo. — ele disse apenas. — Você vai para a "Shadows Academy" junto com Ben. — o olhei extremamente confusa, o policial chegou com minha mãe e me soltou da cadeira. Minha mãe foi a primeira a sair andando, ela realmente não queria falar comigo. 

Assim que entrei no carro, meu pai deu partida e fomos. Estava tudo tão quieto que decidi falar.
— Mãe? — falei baixo, por dentro torcendo para que ela não tenha ouvido. Mas ela ouviu, mas que droga hoje ta dando tudo errado pra mim. 
— Não. — ela disse em alto e bom som, ela não iria falar comigo, por um bom tempo. — Não sou sua mãe e nunca mais me chame assim. 

Continua? 


Oi vocês, possssssssssssssssssssstei :) 
Oque acharam? eu adorei *-* e olha eu revisei DUAS vezes então se tiver algum errinho, desculpe.
Essa não é minha primeira fanfic, ainda não terminei nenhuma, tenho um blog EMFICSPIRE, aonde posto TD e SP *-*  Então só pesquisar no GG Emficspire.   
Bom, vocês gostaram desse capitulo? E bom, ela não fez nada, e aonde estara Chloe? E porque Christopher disse para ela ir embora? Talvez vocês vejam no próximo capitulo *-* 
A comenteeeeeeeeeeeeeeeeeeem muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito e sigam :)

(desculpe pelos erros, novamente!)

25 comentários:

  1. Primeira?
    Lari que perfeito.
    Ameei.
    Posta logo.
    Já começou com suspense ;DD
    E esse gif do Ian *-*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. amou mesmo?
      posto se comentarem u.ú
      husahusahasuhasuhsa suspense? aonde?
      Ian lindo tesudo meu <3

      Eliminar
  2. Oh good, que perfeição, continua :)
    raaaaaaaaaapido, obrigadao! *-*

    xoxo;*
    Lisa.

    ResponderEliminar
  3. Tá windo, continuaaaaaaaaaaaaaaa
    <3 CupCake

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hsuhsuhsushush windo, gostei, vou usar agora ! <3

      Eliminar
  4. ai meu deus, coitada cara! foi pra delegacia sem ter culpa de nada.
    aff, a mãe dela é chatíssima eu hein! posta logo, amei. bjs

    ResponderEliminar
  5. o mãe essa, posta logo vai, irmãzinha <3

    ResponderEliminar
  6. Nhaiiiii continuua amei jah começo pfvt como pd rsrs'..
    E esse cat do Ian como fica rsrs' <33

    ResponderEliminar
  7. Aiiii esse capítulo está divo demais menina! Por favor, continua! Eu sabia desde o começo que ia ser perfeito !!!!
    xx

    ResponderEliminar
  8. Heey :3
    Passei aqui para te avisar que já te coloquei como afiliada no meu blog, desculpe a demora :/. Enfim, poderia me colocar também?
    - The Mysterious Blood
    http://thewonderfulsmile.blogspot.com.br/

    beeijos,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obaaaa :3

      amooooo de paixão seu blog e já está na elite :)

      Eliminar
  9. Heey eu quero me afiliar.
    ;D
    Url: http://tudoqueeumaisqueroevoce.blogspot.com.br/
    - Fast ;DD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hasuhas, ok, vou aceitar só porque gostei do blog e porque tu e minha truta e.e

      Enfim. Ta na elite já ♥

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  10. Já está na minha elite. Me coloca na sua.
    Já postei o capitulo 4
    http://tudoqueeumaisqueroevoce.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  11. Eu durante a fic:

    " ... Christopher, e eu o odeio. Desde pequena, quando ele sumiu com meu cachorro. " -- Annabella querida, isso não são razões para odiar uma paisagem daquelas!

    "Ele se estressou um pouco e me puxou até uma viatura, assim ele abriu o porta malas e me jogou lá dentro. " --- #medo o.o

    "Você vai para a "Shadows Academy" junto com Ben." --- Também quero!! *-*

    Simplesmente adorei acompanhar esse primeiro capítulo! Quero muuuito ver essa Shadows Academy!

    Sem falar que ameei a descrição do pai de Annabella, néh?
    "olhos extremamente azuis e um cabelo meio grisalho, e não por velhice, ele apenas sorria de canto" -- Me apaixonei pelo pai da personagem, vê se pode!! LOL

    Sei que já ta grande meu comentário, mas responderei suas perguntinhas finais ^-^
    1- Realmente não faço ideia de onde está a Chloe, mas fiquei horas na pág. dos personagens para ver quem era e não achei! hsuahsau... Mas o fato dela ter sumido assim da própria festa..Algo ruim aconteceu ???

    2- Na hora eu pensei que o lindo Ucker caça cachorrinhos já soubesse que a polícia estava vindo, algo haver com seus "poderes".. Mas talvez seja algo bem maior ou diferente disso..E talvez ele saiba sobre Chloe..

    Super curiosa aqui!
    Tu escreve muito bem!
    Mas então, quando vem o próximo??

    xoxo

    -T.

    ResponderEliminar
  12. Postei uma novo história
    http://tudoqueeumaisqueroevoce.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  13. Divulga, amor? comecei agora. http://red-queenfanfics.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar